terça-feira, 6 de maio de 2014

Causa Mortis: Fúria compartilhadora










"Fabiane Maria de Jesus,



moradora do bairro Morrinhos, na cidade litorânea do Guarujá, estado de São Paulo, Brasil...


...33 anos, casada, dona de casa, mãe de duas meninas, uma de 14 anos e outra de 1 ano e meio, morreu nesta última segunda-feira, dia 05 de maio...


...morreu porque foi vítima da inconsequência de internautas irresponsáveis e sem nenhum respeito pela vida!"












Já é de conhecimento nacional, a triste notícia na qual esta jovem dona de casa, foi confundida com uma suposta sequestradora de crianças, na cidade do Guarujá, no último fim de semana, e LINCHADA EXAUSTIVAMENTE por pessoas que moravam no mesmo bairro que ela... e que morreu ontem, dia 05 de maio, devido aos ferimentos graves causados por tanta crueldade sem razão.

Fabiane foi confundida com a imagem de um retrato falado publicado numa página do Facebook, que divulgava notícias policiais da cidade litorânea do Guarujá.

Na falsa denúncia, a página facebookiana GUARUJÁ ALERTA divulgava o retrato falado de uma mulher que seria a responsável pelo sequestro de várias crianças na região nos últimos dias, e que também seria a realizadora de rituais de magia negra com os corpos destas crianças.

Após o compartilhamento desta falsa notícia no Facebook, feito de forma irresponsável por muitos "cidadãos" do Guarujá, alguns moradores do bairro Morrinhos e imediações, que já tinham visto o tal retrato falado, acharam que seria Fabiane a sequestradora denunciada nas páginas virtuais, e sem nenhuma piedade, juntaram-se e começaram a espancá-la sem nenhuma piedade... outros moradores, sem nada fazer, apenas assistiam a cena cruel e macabra.

No dia 06 de junho, após o linchamento de Fabiane, um delegado de polícia da cidade, declarou em entrevista para vários jornais, que não há denuncias de desaparecimento de crianças na cidade nos últimos dias, e também, que não há nenhum caso de mortes relacionadas à rituais de magia negra na região.

A fan page GUARUJÁ ALERTA, depois do massacre de Fabiane, retirou de suas páginas, a publicação do tal "retrato falado" e agora se justifica dizendo que em momento algum noticiou o fato como verídico, e sempre alertou aos seus seguidores como sendo esta notícia um boato... mas vale lembrar que antes disso as publicações desta página do Guarujá foram compartilhas por dezenas de moradores da região, causando assim, muita indignação e um "clamor por justiça" sem que se comprovasse a veracidade da notícia em nenhum momento.

Vale lembrar também, que as duas imagens divulgadas no Facebook nos últimos dias como sendo da suposta "sequestradora de crianças do Guarujá", segundo o portal de notícias R7, eram na verdade um retrato falado de uma mulher, pertencente a um caso de 2012, ocorrido no Rio de Janeiro, e a outra imagem, uma fotografia montada que remete a uma página de humor no Facebook, chamada "Jaciara Macumbeira"... e ao que tudo indica, apesar das duas imagens terem algumas semelhanças de características faciais com o rosto de Fabiane, sequer eram reais, e quem as publicou na  rede agiu de forma irresponsável e cruel.

Não quero fazer o julgamento de quem seja a responsabilidade pela morte de Fabiane, mas quero lembrar que o papel assumido pela fan page GUARUJÁ ALERTA é de cunho jornalistico, e como tal, seus administradores deveriam ter muita responsabilidade em divulgar suas publicações... considero a atitude desta página como um tiro de canhão dado a esmo podendo atingir culpados, mas também, pessoas inocentes como foi o caso de Fabiane... e para piorar ainda mais esta situação, dezenas de usuários do Facebook, compartilharam furiosamente esta "bomba" aumentando assustadoramente a "ira popular" que neste caso fez "in-justiça" com as próprias mãos... até quando seremos obrigados a conviver com tanta notícia falsa e injuriosa na Internet???

A ignorância popular em certos casos, aliada à "ira cega" nos torna perigosos agentes de crueldades como esta... na Internet, notícias falsas ou brincadeiras de mau gosto são potencializadas pela "preguiça mental" de seus leitores, que sequer se lembram de investigá-las antes de dar-lhes o devido e real crédito que merecem... já li nesta rede e fora daqui, comentários rídiculos dando razão à muitas noticias falsas...

...no Facebook já lí outros comentários muito mais absurdos, um dos últimos, dizia em tom de pré-julgamento "Que a polícia fez uma faxina!!!", fazendo o seu autor, uma referência à morte do dançarino carioca, do programa Esquenta de Regina Casé, o jovem Douglas, mais conhecido como DG, morto no morro do Pavão-Pavãozinho no último mês de abril... e o pior de tudo é que o autor deste comentário "vacilão" se tratava de uma pessoa da qual conheci nesta rede e que sempre pensei ser alguém de bom senso.

Voltando ao caso de Fabiane, a "ira e a cegueira popular" ficaram bem claras em alguns comentários que pude ler e que foram publicados nas páginas do Facebook:

Blog de elsonfuturista : "Apenas um raio de sol é suficiente para afastar várias sombras." Francisco de Assis, Causa Mortis: Fúria compartilhadora


É triste ver que além dos linchadores reais que tiraram a vida de Fabiane tão cruelmente, existem também os linchadores digitais, tão culpados por sua morte quanto os primeiros... neste caso, sejam os que publicaram a falsa notícia, e mesmo os que compartilharam-na, ou os que nela fizeram seus insanos comentários e os que nela deixaram suas "curtidas"... todos estes são responsáveis pela morte de Fabiane Maria de Jesus, mulher, 33 anos, casada, mãe de duas meninas... INOCENTE!

Já falei em outras duas ocasiões aqui neste blog e em outro que tenho na rede Blogorama, sobre notícias falsas e de como a "massa virtual" cai nestas "conversas fiadas" como "patinhos ignorantes"... a primeira vez foi quando abordei a falsa notícia que corre até os dias atuais sobre o projeto de lei que teria sido aprovado pelo Senado e que daria bolsa de 2 mil reais mensais à prostitutas de todo o país... esta notícia enganou muitos internautas com preguiça de verificar sua veracidade... e noutra ocasião, mais recente... falei da atitude nada jornalística do jovem "jornalista" dinamarques que "fugiu" do Brasil e e antes disso, deixou a falsa notícia de que teria descoberto que em Fortaleza estaria ocorrendo um extermínio de "meninos de rua", como se fosse uma "operação de limpeza" das ruas da cidade para receber os turistas da Copa... esta informação até o momento não foi comprovada por ele, e ainda, foi desmentida por ONGs que atuam com estas crianças na capital do Recife.

Até quando teremos na Internet pessoas irresponsáveis que divulgam notícias falsas, e outras que compartilham delas sem verificar-lhes a sua veracidade, causando muito engano, muito sofrimento, e agora, morte de inocentes...

até quando!!! 


Blog de elsonfuturista : "Apenas um raio de sol é suficiente para afastar várias sombras." Francisco de Assis, Causa Mortis: Fúria compartilhadora






3 comentários:

  1. Olá Elson, bom dia!
    Parabéns pelo excelente texto.
    Muitas pessoas não tem o bom senso de pesquisar algo antes de compartilhar, promover ou curtir...
    A internet precisa melhorar, e isso só vai acontecer se as pessoas checarem uma notícia, antes de passarem adiante.
    Caso contrário, barbáries como esta ocorrida com a Fabiane,
    vão se tornar corriqueiras.
    Abraços \o/

    ResponderExcluir
  2. Cara,
    É lamentável e perigoso.
    Se casualmente a polícia divulgar um retrato falado de um bandido de fato, e este retrato falado se parecer com alguém, como eu por exemplo, correrei risco de vida por causa de loucos ensandecidos que não sabem que um retrato falado não dá 100% de certeza.
    Imaginem então compartilhamentos nas redes sociais.
    Hoje em dia é muito fácil fabricar uma "verdade". Publique uma besteira qualquer que todo mundo divulga de graça.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Elson!
    Lamentável, chocante e muito triste ver barbáries como estas acontecendo.
    Vi nos noticiários e vi também em vídeo, me chocou profundamente, passei dias maus por causa desse acontecimento.
    Abraço com carinho e tenha um ótimo final de semana
    Marilene

    ResponderExcluir

"Quem não pode atacar o argumento, ataca o argumentador." Paul Valéry